Craqueamento Catalítico Fracionado

           O Processo de Craqueamento Catalítico Termofor (TCC) foi desenvolvido a partir do processo Houndry, e com o aprimoramento, chegou-se ao Craqueamento Catalítico Fracionado (FCC).

         Unidades de FCC processam frações intermediárias e pesadas de petróleo, gerando produtos mais leves (gasolina e outros intermediários) de maior valor agregado, mediante as reações químicas de quebra de moléculas através de catalisadores zeolíticos. Normalmente esses catalisadores possuem diferentes teores de zeólita Y, um aluminossilicato sintético.

         Nesse processo, há um grande número de compostos formados. Para que o processo ocorra de maneira satisfatória deve-se fornecer calor suficiente para que a quebra das moléculas ocorra — as reações são endotérmicas — de maneira eficiente a regenerar os catalisadores envolvidos no processo.        

        Os professores Lewis e Gilliand, baseados em experimentos realizados no Massachusetts Institute of Technology (MIT) confirmaram que um circuito pneumático de leitos fluidizados e linhas de transporte pode operar com estabilidade. Assim, engenheiros da Exxon verificaram que o tubo de suporte era crucial para a circulação dos sólidos, aumentando o escoamento em uma planta piloto. Junto com engenheiros da MW Kellog Company e Standard Oil of Indiana (hoje Amoco), os esforços resultaram na primeira unidade comercial da FCC, em 1942, com capacidade para 13000 barris de alimentação por dia. Para reduzir a carga de pó nos coletores os leitos móveis foram substituídos por leitos fluidizados, conduzindo ao segundo modelo.

    Há basicamente duas unidades envolvidas no FCC: um reator que é alimentado com gasóleo operando de 480-540°C, onde esse gasóleo é “craqueado” no contato com as partículas quentes do catalisador. Essas partículas do catalisador, após um certo tempo, são levadas a um regenerador, que opera a 570-590°C , onde o teor de carbono depositado nas partículas é diminuído de 1-2% para 0,4-0,8%. Após esse processo, o catalisador volta para o reator.